APOSTILA de TEC SEGURANÇA DO TRABALHO (PROR WILLIAM HEINERICH)

sábado, 9 de agosto de 2014

PRÓXIMO SÁBADO (NOVAS TURMAS) 06/09/2014

INSCREVA-SE ANTES DO PRÓXIMO EDITAL 

(ESTUDE JÁ NO CPOG)

LOCAL  das  INSCRIÇÕES:

 PROFas.   SUELY ou LÚCIA                      (sábado de 10h às 17h)

Rua Mariz e Barros, 420. 





DICAS de COMO PASSAR em CONCURSOS para PETROBRAS !



INSCREVA-SE ANTES DO EDITAL DO CONCURSO DA PETROBRAS

(EDITALem BREVE) !  

Nosso histórico de aprovados, indica maior índice de aprovação, nos alunos
que ingressaram no Curso CPOG antes do edital do concurso.
Seja bem vindo ao Curso CPOG !


DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A INSCRIÇÃO:

IDENTIDADE / CPF / COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA / 1 FOTO RECENTE 

INSCREVA-SE aos sábado de 10h às 18h no mesmo local da aula !
procurar professoras Suely ou Lúcia

P   R   E   Ç   O   S:

=================================
TODO O MATERIAL DIDÁTICO  
ESTA INCLUÍDO NOS VALORES ABAIXO !
=================================


Incluem-se nestes preços todo o material fornecido durante o curso e uma carga horária mínima
de 100 horas.
p/ todos os cargos de nível TÉCNICO:

1) p a r c e l a do       n o      c h e q u e     

6 x R$ 250    ou   3 x  R$ 470     ou    2 x  R$ 590  

ou  R$ 1080 à vista em cheque

2)  parcelado no cartão      10 x R$ 160


3) promoção à vista :    R$ 980 em dinheiro


- O CURSO TEM DURAÇÃO MÉDIA DE SEIS MESES 
( 2 4    s e m a n a s    d e    a u l a s ).

130 horas de aula (menor valor de hora/aula do mercado)

único com Professores da PETROBRAS

- As aulas ocorrem nas tardes de sábado. 13h as 18h.

- Em sala, priorizamos a resolução de provas de concursos anteriores.

- O programa teórico completo é fornecido através de apostilas. (não são cobradas)


 Segundo a assessoria da PETROBRAS, a abertura de um segundo (outro) concurso em 2014 é apenas uma questão de tempo. O primeiro passo para definir a dimensão da nova seleção será a finalização do balanço do PIDV, cujo prazo para adesão foi encerrado em 31 de março. Cerca de 8 mil funcionários se inscreveram no programa. Do total de adesão, a estimativa da Petrobras é que 55% dos desligamentos ocorram ainda este ano

DESCONTO PARA ex-ALUNOS:  

- O valor percentual do desconto varia ao longo do ano, mas sempre ofereceremos alguma facilidade e/ou desconto no retorno de ex-alunos.

- para ex-alunos que comprovarem bom rendimento no concurso anterior. Válidos a partir do acerto da metade do total de questões da prova do último concurso da PETROBRAS. O aluno deverá imprimir um comprovante com a quantidade de acertos obtida na prova do último concurso da PETROBRAS !

- Outros casos de pagamentos facilitados para ex-alunos serão avaliados. Favor procurar a Profa. Suely na secretaria do curso.



quinta-feira, 26 de junho de 2014

APROVADOS NA PETROBRAS pelo Curso CPOG nas vagas imediatas (TEMOS MAIS ALUNOS aprovados em CADASTRO)

nossos alunos aprovados na PETROBRAS !

prova realizada em 18/05/2014

LEIA O NOME DOS APROVADOS DO CURSO CPOG
NA PRIMEIRA LISTAGEM DIVULGADA PELA PETROBRAS 

TEMOS DEZENAS de alunos APROVADOS NO CADASTRO DE RESERVA ! OS ALUNOS LISTADOS ABAIXO FORAM APROVADOS NAS POUCAS VAGAS IMEDIATAS OFERECIDAS PELA PETROBRAS ! 

Atenção ex-ALUNOS CPOG com nome aprovado no cadastro da PETROBRAS


SEREMOS GRATOS AOS nossos ex-ALUNOS APROVADOS EM CADASTRO, QUE DESEJAREM NOS ENVIAR O SEU NOME E POSIÇÃO NO CADASTRO.  ESTES TERÃO DESCONTO SE DESEJAREM REFAZER O CURSO. 

RESULTADO DO CONCURSO de 18/05/2014


A Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras divulgou nesta data, a listagem final dos candidatos aprovados e classificados no processo seletivo aberto pelo Edital 01/2014. Esta publicação aconteceu no Diário Oficial da União do dia 26 de junho, dando conta da classificação dos candidatos, do cargo e do pólo de trabalho dos candidatos aprovados. O Curso CPOG deseja muito sucesso profissional e pessoal aos seus alunos aprovados neste concurso. Mais uma prova da lisura e honestidade dos processos seletivos da PETROBRAS e da Fundação Cesgranrio. Nesta empresa não há vagas para afilhados e apadrinhados de políticos. Daí o seu sucesso ao longo da sua honrosa história de 60 anos prestados ao desenvolvimento do Brasil. Parabéns aos futuros empregados da PETROBRAS ! Os professores do Curso CPOG mandam um fortíssimo abraço a todos vós ! PARABÉNS ! Estamos muito felizes ! O mérito e a grandeza desta conquista só voces sabem avaliar !
   Os candidatos listados abaixo serão convocados em breve. Outra listagem com aprovados que estão em cadastro de reserva, divulgaremos tão logo ocorra sua publicação ! Temos aprovados no cadastro !

Publicado em 20.02.2014 - EDITAL Nº 1 - PETROBRAS/PSP RH 2014.1

Publicado em 26.06.2014 - Resultado Final 
(   P u b l i c a ç ã o         n o         D  O  U   )

CURSO CPOG parabeniza os nossos alunos ! 

Sem o esforço e a dedicação de voces isto não seria possível !


A L U N O S     DO    C P O G    APROVADOS  nas  poucas
VAGAS  IMEDIATAS  da  prova  realizada  em  18/05/2014 


Novo Técnico de Suprimento Jr. ADMINISTRAÇÃO da PETROBRAS 

DOUGLAS RODRIGUES DIAS 


Novos Técnicos de Inspeção de Equipamentos da PETROBRAS

RAFAEL MACHADO DA SILVA 


RAPHAEL MUNIZ PACHECO 


RENAN FERREIRA ALVES



Novos Técnicos de Segurança Jr. da PETROBRAS

ADRIANA SANTOS ROCHA DE SOUZA

FERNANDA NEVES DOS ANJOS


INGRYD CORREIA


LUIZ CLAUDIO REZENDE DA SILVA JUNIOR


MEYBEL CARLA LAGADEAU


THIAGO COUTINHO DA CUNHA

Novos Técnicos de Operação Jr. da PETROBRAS

CAIO FERNANDO RISCADO TORINO

GABRIELLE DA SILVA MACHADO

JOHN CLAUDIO BARROS DE SANTANA 

Nossos professores mandam um forte abraço a todos ! Parabéns !

terça-feira, 29 de abril de 2014

PREPARE-SE ANTES do EDITAL

C U R S O    CPOG    n o    facebook !


CARGOS com novas turmas:


TEC QUÍMICA / TEC. INSTRUMENTAÇÃO / TEC. ELÉTRICA / TEC. ELETRÔNICA
TEC TELECOMUNICAÇÕES 

TEC AMBIENTAL JR

MAIS INFORMAÇÕES:

- O CURSO TEM DURAÇÃO MÉDIA DE SEIS MESES 
( 2 4    s e m a n a s    d e    a u l a s ).

130 horas de aula (menor valor de hora/aula do mercado)

único com Professores da PETROBRAS

- As aulas ocorrem nas tardes de sábado. 13h as 18h.

- Em sala, priorizamos a resolução de provas de concursos anteriores.

- O programa teórico completo é fornecido através de apostilas. (não são cobradas)

- Num sábado temos PORTUGUÊS e MATEMÁTICA (BÁSICO). No sábado seguinte aulas de conteúdo ESPECÍFICO para cada cargo do curso em salas separadas. Alternam-se assim, sábados de aula básica e sábados de aula específica. 12 sábados de básico e 12 sábados de específico alternados até o fim do curso.


- IMPORTANTE: Se até o final das 24 semanas surgir um edital de concurso, os alunos que estiverem em dia com o pagamento e dentro do prazo de 24 semanas farão o INTENSIVÃO com aulas aos sábados e domingos até a véspera da prova (sem custos adicionais). 
   Em resumo, o Curso vende aos alunos um pacote com um mínimo de 130 h de aula. Que serão concluídas de duas formas possíveis: 

I) em 6 meses (somente nas tardes de sábado), se não houver edital. (EXTENSIVO).

II) saindo um edital com data de prova marcada, os alunos que estiverem cursando as 24 semanas do EXTENSIVO, concluirão o curso em 6 semanas (passando a ter aulas todos os sábados e domingos, manhã e tarde) até a data anterior a prova do concurso. Não há custos adicionais para os alunos neste caso. Este formato em seis semanas com aulas sábados e domingos, chamamos INTENSIVÃO.

SEJA BEM VINDO AO CURSO CPOG !

PROGRAMAS  POR  CARGO:
conforme o último edital da PETROBRAS


CONHECIMENTOS BÁSICOS

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO

LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Compreensão e interpretação de textos. 2. Acentuação/crase. 3. Ortografia (com fundamentação no novo acordo ortográfico). 4. Sintaxe: Concordância (nominal e verbal). Regência (verbal e nominal). 5. Semântica (sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos). 6. Estrutura e processo de formação das palavras. 7. Estilística: fenômenos expressivos nos campos fônico, morfológico e semântico. 8. Classes das palavras e suas funções sintáticas.

MATEMÁTICA: 1. Teoria dos Conjuntos. Conjuntos Numéricos. Relações. Funções e Equações Polinomiais e Transcendentais (exponenciais, logarítmicas e trigonométricas). 2. Análise Combinatória, Progressão Aritmética, Progressão Geométrica e Probabilidade Básica. 3. Matrizes, Determinantes e Sistemas Lineares. 4. Geometria Plana: Áreas e Perímetros. 5. Geometria Espacial: Áreas e Volumes. 6. Estatística Básica. 7. Noções Básicas de Matemática Financeira. 8. Aritmética.
.
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO

TÉCNICO(A) DE INSPEÇÃO DE EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES JÚNIOR

BLOCO 1: 1. Eletroquímica; 2. Desenho Técnico; 3. Dilatação térmica; 4. Sistema Internacional de Unidades; 5. Estática; 6. Dinâmica; 7. Metrologia; 8. Funções Químicas; 9. Medição de temperatura e suas escalas; 10. Conversão de Unidades. BLOCO 2: 1. Aço Carbono – Diagrama de Equilíbrio; 2. Hidrostática; 3. Eletricidade básica; 4. Ondas mecânicas e eletromagnéticas; 5. Reações de óxido-redução. BLOCO 3: 1. Transferência de calor; 2. Estequiometria; 3. Hidrocarbonetos; 4. Soldagem – Eletrodo revestido e TIG; 5. Mudanças de estado; 6. Calorimetria.

TÉCNICO(A) DE MANUTENÇÃO JÚNIOR - MECÂNICA

BLOCO 1: Metrologia. Instrumentos de medição. Elementos de máquinas. Desenho técnico mecânico. Sistema Internacional de Unidades. Lubrificação. Resistência dos materiais. BLOCO 2: Gestão da Manutenção: Manutenção Preventiva, Corretiva e Preditiva; Processos de fabricação mecânica. Sistemas hidráulicos e pneumáticos. Ajustagem. BLOCO 3: Metalografia e tratamentos térmicos. Materiais de construção mecânica (metálicos e não metálicos). Interpretação de Normas Técnicas nacionais e internacionais. Segurança e higiene do trabalho. Noções de soldagem. Ensaios mecânico e metalúrgico. Noções de eletrotécnica.

TÉCNICO(A) DE OPERAÇÃO JÚNIOR

BLOCO 1: Ácidos, bases, sais e óxidos, Reações de óxido-redução, Cálculos estequiométricos, Transformações químicas e equilíbrio, Condições de Equilíbrio, Soluções aquosas, Dispersões, Natureza elétrica da matéria, Leis de Newton, Eletrostática, Cargas em movimento, Eletromagnetismo, Radiação eletromagnética, Noções de Instrumentação, Química orgânica: hidrocarbonetos e polímeros, Noções de Metrologia, Noções de eletricidade e eletrônica. BLOCO 2: Estática, Cinemática e Dinâmica, Conservação de Energia Mecânica, Propriedades e processos térmicos, Máquinas Térmicas e processos naturais, Termoquímica, Termodinâmica Básica, Hidrostática, Escalas de Temperatura, Estudo dos Gases. BLOCO 3: Noções de controle de processo, Noções de Operações Unitárias, Noções de Processos de Refino, Noções de Equipamentos de Processo: Bombas centrífugas, Permutadores de casco/tubo, Tubulações industriais, Segurança, Meio Ambiente e Saúde, Mecânica dos Fluidos, Transmissão e transmissores pneumáticos e eletrônicos.

TÉCNICO(A) DE PROJETOS, CONSTRUÇÃO E MONTAGEM JÚNIOR - MECÂNICA

BLOCO 1: 1. Noções básicas de bombas industriais e compressores; 2. Noções de turbinas. 3. Tecnologia da soldagem. 4. Tubulações industriais. 5. Processos de fabricação. 6. Elementos de máquinas. 7. Metrologia. BLOCO 2: 1. Mecânica Técnica. 2. Sistemas hidráulicos e pneumáticos. 3. Ensaios mecânicos: destrutivos e não destrutivos. 4. Tecnologia de Materiais. 5. Resistência dos Materiais. BLOCO 3: 1. Segurança do Trabalho. 2. AutoCAD. 3. Meio Ambiente. 4. Desenho Técnico Mecânico. 5. Noções de Eletrotécnica.


TÉCNICO(A) DE SEGURANÇA JÚNIOR

BLOCO 1: Princípios de Prevenção e controle de riscos em máquinas, equipamentos e instalações: Caldeiras e vasos de pressão; Movimentação de cargas; Instalações elétricas; Máquinas e ferramentas; Trabalhos a quente (soldagem, corte e ferramentas abrasivas); Trabalho em espaços confinados; Construção civil; Trabalhos em altura; Elementos de Higiene Ocupacional: Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; Gases e vapores; Aerodispersóides; Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos; Exposição ao ruído; Exposição ao calor; Metodologias de avaliação ambiental estabelecidas pela Fundacentro; Radiações ionizantes e não-ionizantes; Trabalho sob condições hiperbáricas; Limites de tolerância e de exposição; Fundamentos de Proteção contra Incêndio: Sistemas fixos e portáteis de combate ao fogo; Armazenamento de produtos inflamáveis; Brigadas de incêndio; Plano de emergência e de auxílio mútuo; Legislação e Normas Técnicas: Segurança e Saúde na Constituição Federal e na Consolidação das Leis do Trabalho; Normas Regulamentadoras de SST; Convenções da Organização Internacional do Trabalho; Benefícios previdenciários decorrentes de acidentes do trabalho; Perfil Profissiográfico Previdenciário. BLOCO 2: Acidente do trabalho: Conceito técnico e legal; Causas e consequências dos acidentes; Taxas de frequência e gravidade; Estatísticas de acidentes; Custos dos acidentes; Comunicação e registro de acidentes; Investigação e análise de acidentes; Princípios de análise, avaliação e gerenciamento de riscos: Inspeção de segurança; Técnicas de análise de risco: APR e HAZOP; Princípios de Gestão de Segurança, Meio Ambiente e Saúde: Organização e atribuições do SESMT e da CIPA; Sistemas de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional de acordo com a OHSAS 18001; Diretrizes da OIT sobre Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho; Noções de Desenvolvimento Sustentável. BLOCO 3: Ações de Saúde: Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional; Prevenção de Doenças Relacionadas ao Trabalho; Suporte Básico à Vida; Elementos de Ergonomia: Conforto ambiental; Organização do trabalho; Mobiliário e equipamentos dos postos de trabalho; Princípios de Planejamento e Resposta a Emergências: Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos - P2R2. (Decreto Federal nº 5.098/2004 e suas alterações); Resolução CONAMA 398/2008 e suas alterações; Noções de resposta à contingência em acidentes com hidrocarbonetos líquidos e gasosos; Noções de Sistema de Comando de Incidentes: princípios, funções, estrutura e recursos; Plano Nacional de Contingência (Decreto Federal nº 8.127/2013).

TÉCNICO(A) DE SUPRIMENTO DE BENS E SERVIÇOS JÚNIOR - ADMINISTRAÇÃO

BLOCO 1: 1.1 Noções de Planejamento (Estratégico, Tático e Operacional). 1.2. Administração da qualidade. 1.3. Gestão por processos. 1.4. Conceitos de Logística e Gerenciamento de Cadeias de Suprimento. 1.5. Gestão de Compras. 1.6. Noções de Comércio Eletrônico. 1.7. Modalidades de Transporte. 1.8. Noções de Gestão de Estoques e Almoxarifados. 1.9. Relacionamento com Cliente. 1.10. Relacionamento com Fornecedores e Prestadores de Serviço. 1.11. Responsabilidade Ambiental. BLOCO 2: 2. Decreto nº 2745/1998: 2.1. Dispensa e Inexigibilidade da Licitação; 2.2. Modalidades, Tipos e Limites de Licitação; 2.3. Habilitação de 23 Licitantes; 2.4. Julgamento das Licitações. BLOCO 3: 3. Informática: 3.1. Noções básicas de Excel – 2003; 3.2. Noções básicas de Word – 2003; 3.3. Noções básicas do Power Point – 2003.


TÉCNICO(A) DE PERFURAÇÃO E POÇOS JÚNIOR

BLOCO 1: 1. Bombas Alternativas e Centrífugas. 2. Tubulações Industriais: Acessórios e Válvulas. 3. Leis de Newton.
4. Estática. 5. Mecânica dos Fluidos. 6. Hidrostática. 7. Resistência dos Materiais: Noções de Tração, compressão
torção e Flambagem. 8. Ácidos, bases, sais e óxidos. 9. Reações de oxidação-redução. 10. Química orgânica:
hidrocarbonetos. 11. Noções de Metrologia. BLOCO 2: 1. Termoquímica. 2. Cálculos estequiométricos. 3. Soluções
aquosas. 4. Dispersões. 5. Cinemática. 6. Conservação da energia mecânica. 7 . Conservação do momento angular. 8.
Noções de Eletricidade e Eletrônica. BLOCO 3: 1. Termodinâmica básica. 2. Processos térmicos. 3. Máquinas térmicas
e processos naturais. 4. Eletrostática. 5. Eletromagnetismo. 6. Radiações eletromagnéticas. 7. Transmissão e
transmissores pneumáticos e eletrônicos analógicos. 8. Permutadores Casco/Tubos. 9. Impactos ambientais da
indústria do petróleo. 10. Noções de Controle de Processo.

TÉCNICO(A) AMBIENTAL JÚNIOR

BLOCO 1: Fundamentos de Resíduos sólidos e contaminação de solos e águas subterrâneas: Qualidade do solo
e da água subterrânea; Noções sobre Gerenciamento interno de resíduos: caracterização, inventário, coleta,
acondicionamento, armazenamento, licenciamento e métodos de aproveitamento; Noções sobre Gerenciamento
externo: transporte, manifesto e tratamento e disposição; Noções sobre Tecnologias de tratamento e disposição final de resíduos sólidos; Noções sobre tecnologias de remediação de solos e águas subterrâneas; Fundamentos de recursos hídricos e efluentes líquidos: Abastecimento e tratamento de água; Qualidade da água: parâmetros de qualidade e
padrões de potabilidade; Poluição hídrica: por matéria orgânica, tóxica, por nutrientes, por óleo, por microorganismos
patogênicos e térmica; Legislação: classificação dos corpos d’água superficiais e descarga de efluentes em corpos
receptores; Noções sobre Gestão, processos e tecnologias de tratamento de efluentes líquidos para descarte e/ou
reuso: processos físicos, químicos e biológicos; Fundamentos de Emissões atmosféricas e mudanças climáticas:
Características física e química da atmosfera; Qualidade do ar: Conceitos e padrões; Poluição atmosférica e
características dos principais poluentes atmosféricos; Noções de Tecnologias de controle e abatimento de emissões;
Aquecimento Global; Princípios de Gestão Ambiental: Requisitos de Sistema de Gestão Ambiental segundo a NBR
ISO 14.001:2004; Noções de Avaliação de desempenho Ambiental segundo a NBR-ISO14.031:2004; Noções de
Desenvolvimento Sustentável. BLOCO 2: Principais Aspectos e Impactos Ambientais da Indústria de Petróleo,
Gás, Biocombustíveis e Energia. Legislação ambiental aplicada (Leis, decretos, portarias, resoluções
CONAMA): Sistema Nacional do Meio Ambiente – SISNAMA; Regulamentação para os Estudos de Impacto Ambiental
(EIA/RIMA); Processo de licenciamento ambiental; Processo de licenciamento de atividades de exploração, perfuração
e produção de óleo e gás; Lei federal nº 9.605/98 e suas alterações; Lei federal nº 9.985/00 e suas alterações; Lei
federal nº 9.966/00 e suas alterações; Lei federal nº 9.433/97 e suas alterações. BLOCO 3: Fundamentos de
Ecologia: Ecossistemas: Conceitos, estrutura, classificação, tipos de ecossistemas brasileiros; Ciclos biogeoquímicos; 61 Dinâmica das populações; Elementos de ciências do ambiente: Noções de Geologia; Noções de Pedologia; Noções
de Química ambiental; Noções de Hidrogeologia; Noções de Geografia/Cartografia; Noções de Hidrologia; Noções de
Limnologia; Noções de Meteorologia e Climatologia; Meio ambiente, sociedade e noções de Sociologia e de
Antropologia; Noções sobre Planejamento ambiental, planejamento territorial, urbanismo, vocação e uso do solo;
Princípios de análise, avaliação e gerenciamento de riscos: Inspeção de segurança; Técnicas de análise de risco:
APR e HAZOP; Princípios de Planejamento e Resposta a Emergências: Plano Nacional de Prevenção, Preparação e
Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos - P2R2. (Decreto federal 5.098/2004 e
suas alterações); Resolução CONAMA 398/2008 e suas alterações; Noções de resposta à contingência em acidentes
com hidrocarbonetos líquidos e gasosos; Noções de Sistema de comando de incidentes: Princípios, funções, estrutura e recursos.

TÉCNICO(A) DE MANUTENÇÃO JÚNIOR – CALDEIRARIA

BLOCO 1: 1. Tecnologia Mecânica; 2. Ensaios de materiais; 3. Resistência dos materiais; 4. Conceitos de Manutenção;
5. Processos de Fabricação; 6. Processos de soldagem; 7. Metrologia; BLOCO 2: 8. Metalurgia (somente diagrama
ferro-carbono); 9. Metalografia (morfologia básica de aço carbono como ferrita, perlita e cementita); 10. Tratamentos
térmicos; 11. Materiais de construção mecânica; BLOCO 3: 12. Desenho técnico; 13. Ajustagem e controle geométrico;
14. Sistemas da qualidade; 15. Organização do trabalho e normas técnicas.

TÉCNICO(A) DE MANUTENÇÃO JÚNIOR - ELÉTRICA

BLOCO 1: Simbologia e diagramas elétricos: unifilares e trifilares, esquemas de acionamento e controle. Noções
básicas de circuitos elétricos de corrente contínua. Noções básicas de circuitos elétricos de corrente alternada: corrente
e tensão senoidais, valor eficaz e valor de pico. Potência e energia elétrica: potência ativa, reativa e aparente, fator de
potência e correção do fator de potência. Circuitos monofásicos e trifásicos: tensão de linha, tensão de fase e ligação
estrela/triângulo. Noções básicas de eletromagnetismo. Funcionamento básico e aplicação de máquinas elétricas:
transformadores, máquinas síncronas, máquinas de corrente contínua e motores de indução. Dispositivos de proteção
de baixa tensão. Acionamentos e comando de motores elétricos. Conceitos básicos de segurança e higiene do trabalho.
Equipamentos de proteção individual e coletiva com ênfase em eletricidade. Interpretação e análise de projetos
elétricos. BLOCO 2: Fundamentos de Medidas elétricas. Utilização de instrumentos de medição e testes elétricos: 64

corrente, tensão, potência e isolação. Funcionamento básico e aplicação de retificadores, baterias e No-Breaks.
Instalações elétricas de baixa tensão. Redes aéreas e instalações elétricas de 1,0 kV a 17,5 Kv. BLOCO 3: Grandezas
elétricas e magnéticas e Sistema Internacional de Unidades. Conhecimentos de aterramento de equipamentos.
Conceitos básicos de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA). Conhecimentos básicos da norma
ABNT NBR-5410. Conceitos básicos de manutenção elétrica. Conceitos básicos de eletrônica analógica e digital.
Conceitos básicos de diagramas lógicos. Conceitos básicos de automação industrial. Conhecimentos de materiais e
ferramentas utilizados em instalações e serviços em eletricidade.

TÉCNICO(A) DE MANUTENÇÃO JÚNIOR - ELETRÔNICA

BLOCO 1: Noções de eletrônica analógica, amplificadores operacionais, transdutores, diodos. 16. Noções de eletrônica
digital (lógica booleana; portas e circuitos mais comuns; Circuitos CMOS e TTL). 17. Noções de equipamentos de teste
e de laboratório (multímetro, osciloscópio e frequencímetro). Noções de medição, definições e unidades de pressão,
temperatura, nível, vazão, massa e densidade. Noções de controle de processos (sistemas de malha aberta e malha
fechada). Noções de controladores lógicos programáveis (CLP), sistemas digitais de controle distribuído (SDCD) e suas
linguagens de programação (ladder e diagrama de blocos). BLOCO 2: Terminologia e simbologia ISA S5.1.
Interpretação de documentos de projeto de tubulação industrial (plantas, isométricos, lista de linhas) e diagramas
elétricos. Noções de desenho em meio eletrônico (Ferramentas CAD). Noções de mecânica dos fluidos. Noções de
metrologia. Noções de redes, meios físicos e protocolos de campo (Ethernet, Profibus, Modbus, Hart e Foundation
Fieldbus). BLOCO 3: Conhecimento da documentação básica de projetos de instrumentação (fluxograma de
engenharia, lista de instrumentos, folhas de dados, típicos de instalação, diagramas de interligação, diagramas de
malha, diagramas lógicos, matriz de causa e efeito, plantas; Noções de sistemas supervisórios. Noções de sistemas
instrumentados de segurança. Noções de planejamento PERT/CPM. Noções de saúde e segurança do trabalho.
Conceitos básicos de manutenção corretiva, preventiva, preditiva e comissionamento.

TÉCNICO(A) DE MANUTENÇÃO JÚNIOR - INSTRUMENTAÇÃO

BLOCO 1: Noções de metrologia científica: calibração e rastreabilidade de instrumentos e demais conceitos do
Vocabulário Internacional de Metrologia (VIM). Transmissão e transmissores pneumáticos, eletrônicos analógicos,
digitais e inteligentes. Elementos finais de controle (válvulas de controle pneumáticas, hidráulicas, motorizadas) e seus
acessórios (posicionadores, válvulas solenóides, indicadores de posição e filtros reguladores). Conhecimento da
documentação básica de projetos de instrumentação (fluxograma de engenharia, lista de instrumentos, folhas de dados,
típicos de instalação, diagramas de interligação, diagramas de malha, diagramas lógicos, matriz de causa e efeito,
plantas de instrumentação e listas de materiais), Terminologia e simbologia ISA S5.1. Noções de medição, definições e
unidades de pressão, temperatura, nível, vazão, massa e densidade. Conceitos básicos de manutenção corretiva,
preventiva, preditiva e comissionamento. BLOCO 2: Noções de controladores lógicos programáveis (CLP), e suas
linguagens de programação (ladder e diagrama de blocos). Noções de controle de processos (sistemas de malha
aberta e malha fechada). Noções de arquitetura de redes industriais de comunicação. Noções de sistemas
instrumentados de segurança. BLOCO 3: Conhecimentos básicos em eletrônica analógica e eletrônica digital. Noções
de mecânica dos fluidos. Noções de saúde e segurança do trabalho. Noções de dimensionamento e seleção de
elementos primários de medição (termopares e placas de orifício) e elementos finais de controle (válvulas de controle).
Noções básicas de analisadores (medidores de pH, condutivímetros, densímetros, percentual de oxigênio e
cromatógrafos.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

PREPARATÓRIO p/ PETROBRAS ( Curso CPOG )






PREPARE-SE ANTES DO EDITAL DO CONCURSO E PASSE PARA A PETROBRAS

ENTREVISTA DO PROF. OCTAVIO PUBLICADA NA REVISTA EXAME

E agora, como chegar lá?
Correa faz mistério quando o assunto é a próxima seleção pública. “Neste ano pode ter ou não concurso”, diz. Isso porque a decisão final só acontecerá após a revisão da demanda com base no Plano de Negócios. 
“A Petrobras já tem tudo organizado caso haja necessidade de concurso neste ano, mas depende desta revisão”, explica. Até julho, 1.460 aprovados na seleção do ano passado começam a trabalhar na companhia.
No entanto, a movimentação de quem está de olho em uma oportunidade profissional na companhia já começou. O professor e coordenador do curso preparatório CPOG no Rio de Janeiro, Octavio Gouveia, explica o motivo de tanto “burburinho” entre os concurseiros. “É que o sistema Petrobras, que engloba a Petrobras Holding, a BR distribuidora e a Transpetro, costuma ter de 3 a 4 concursos por ano”, diz.
Ele prevê que seja lançado um edital ainda no primeiro semestre. “Geralmente, os editais trazem dois terços das oportunidades voltadas para nível técnico e um terço para quem tem nível superior”, diz. 
“No primeiro, o curso é de 5 meses e, no segundo, é dois meses a partir do lançamento do edital”, explica. De acordo com Gouveia, os candidatos a uma vaga na Petrobras devem estudar por dia um mínimo de 2 horas e máximo de 4. Concentração afiada e apostilas na mão é, sem dúvida, a fórmula indicada para conquistar um lugar na empresa dos sonhos dos jovens brasileiros.


 

P E T R O B R A S       6 0    A N O S
ÚNICO SITE CONFIÁVEL PARA DIVULGAR QUANDO SERÁ O PRÓXIMO EDITAL DE CONCURSO DA PETROBRAS:  O SITE DA PRÓPRIA EMPRESA !

www.petrobras.com.br

Cinco unidades iniciam produção neste ano



plataformas-61Em 2014, colocaremos novas unidades estacionárias em operação: P-58, P-61 (que terá a Tender Assisted Drilling - TAD), P-62, Cidade de Ilhabela e Cidade de Mangaratiba. Em 2013, outras cinco unidades começaram a produzir. Foram elas: FPSO Cidade de São Paulo (Sapinhoá), FPSO Cidade de Paraty (Lula Nordeste) e FPSO Cidade de Itajaí (Baúna), todas na Bacia de Santos, além da P-63 (Papa Terra) e a P-55 – Roncador Módulo III, ambas na Bacia de Campos.
Atualmente, a P-58 (Parque das Baleias), P-62 (Módulo IV do campo de Roncador) encontram-se nas suas locações e entrarão em produção no primeiro trimestre deste ano.

A P-61 tem seu primeiro óleo previsto para o segundo trimestre (campo de papa- terra) e irá operar em conjunto com a SS-88 TAD que deixou a China e tem previsão de chegada ao Brasil até o fim deste mês. A TAD fará a perfuração e completação dos poços que serão interligados a P-61.  Os FPSOs Cidade de Ilhabela e Cidade de Mangaratiba mantêm o cronograma de entrada para o terceiro e quarto trimestres de 2014, respectivamente. Ambas operarão no pré-sal da Bacia de Santos, sendo a primeira no campo de Sapinhoá, na área de Sapinhoá Norte, e a outra, na área de Iracema Sul.
De acordo com o PNG 2013-17, 25 plataformas entrarão em produção entre 2013 e 2017 e 38 novas unidades vão passar a produzir petróleo e gás no período 2013-2020. (Os números estão de acordo com o que foi divulgado no PNG). Segundo nosso diretor de Exploração e Produção, José Formigli, pouquíssimas empresas no mundo têm essa demanda por novas unidades. “Isso é porque elas não têm o portfólio que temos”, compara o diretor, destacando o índice de sucesso exploratório de 100% no pré-sal.
Em 2016, a previsão é que a produção alcance 2,5 milhões de barris de petróleo por dia (bpd), em 2017, o volume subirá para 2,75 milhões e, em 2020, para 4,2 milhões. A produção em barris de óleo equivalente (petróleo e gás) atingirá 3 milhões em 2016, 3,4 milhões em 2017 e 5,2 milhões em 2020. O pré-sal terá parcela crescente nesse aumento de produção. A marca de 1 milhão de bpd no pré-sal será superada em 2017, quando responderá por 42% da produção, e atingirá 2,1 milhões de bpd em 2020.

Produção crescente
“Deixamos de dizer que apenas a descoberta do pré-sal é uma realidade. A produção é uma realidade”, diz a presidente Graça Foster, destacando que a marca de 320 mil barris por dia foi atingida apenas sete anos após a primeira descoberta.
E lembra: “Na porção norte-americana do Golfo do México, foram necessários 17 anos para se atingir uma produção significativa, enquanto na nossa Bacia de Campos, levamos 11 anos. Tivemos desafios tecnológicos relevantes no pré-sal. E superamos. Houve redução do tempo de perfuração de poços de 134 dias para 70 em 2012″, disse.
Essa redução no tempo de perfuração gera grande economia de recursos. Os investimentos na construção de poços (exploratórios e de desenvolvimento da produção) somam US$ 75 bilhões no PNG 2013-2017. Isso representa 32% dos investimentos do Plano e 51% dos investimentos em Exploração&Produção no Brasil. Em função dessa relevância, foi criado o PRC-Poço, Programa de Redução de Custos de Poços. “As plataformas são a parte mais visível, mas os poços, que ficam abaixo delas, são o que custa mais caro”, explica Formigli.

E A PETROBRAS NÃO PARA DE CRESCER !
DURANTE O ANO DE 2013, HOUVE UM ACRÉSCIMO DE 1,141 BILHÃO DE BARRIS ÀS RESERVAS.
leia reportagem completa em epocanegocios
Petrobras Exploração de petróleo (Foto: Divulgação)












 
 NOTÍCIAS SOBRE O PRÓXIMO Concurso da Petrobras em 2014 !

Benefícios Concurso Petrobras 2014

       A Petróleo Brasileiro S.A. é a sétima maior empresa de energia do mundo
e a maior do Brasil, esses são um dos fatores de total interesse de trabalhar
na Petrobras além da segurança, respeito e visão de trabalho da empresa.
Como foi citado anteriormente, a única maneira de entrar na Petrobras é
através de concurso público.
 Em 2014 ocorrerá mais um certame. Os benefícios concurso Petrobras 2014
são diversos, a saber: salário-base, participação nos lucros, previdência complementar,
benefícios educacionais para filhos de empregados (da creche ao ensino médio),
plano de saúde médico, auxílio-alimentação e vale-transporte. Se você tem
interesse não perca tempo e comece a estudar já.

Remuneração Concurso Petrobras 2014

O maior interesse em passar neste concurso, sem dúvidas é o
altíssimo salário que varia de acordo com os cargos oferecidos e os níveis
de escolaridade. As remunerações que são repassadas ao empregado da
Petrobras são totalmente equivalentes com as atividades que são
desempenhadas pelos profissionais da Petrobras. As vagas mais procuradas
 na Petrobras são para engenheiro, geólogo, advogado, médico, administrador,
 psicólogo e contador.
A remuneração do concurso Petrobras 2014 para nível médio varia
 entre R$ 1.500,00 e R$ 5.000,00 e para nível superior entre
R$ 5.000,01 e R$ 10.000,01.  Além da remuneração salarial a Petrobras
 oferece o benefício do auxílio-doença, que garante total remuneração
 do empregado ausente por causa de algum devido acidente de trabalho,
 no período dos quatros primeiros anos de afastamento, ou no
caso de doença ocupacional decorrente nos três primeiros anos.

leia reportagem completa (clique aqui)



Saiba como já começar a se preparar 




para concursos que ainda vão sair


Edital da Caixa sairá em 2014; Petrobras também deve lançar concurso. 
Lia Salgado dá dicas de como já iniciar os estudos para sair na frente.





ntáriosCaixa Econômica Federal e Petrobras. Os editais destes processos seletivos ainda não foram lançados. Lia dá dicas de estudos para quem está de olho na abertura  destes concursos e como se definir por uma área específica. 

C O N C U R S O   DA   PETROBRAS  em  2014
   No Concurso da Petrobras em 2014  pode-se imaginar que não será nada fácil, nem para nível médio e nem para nível superior, esse prova é a mais concorrida que você pode imaginar, por ano são milhares de pessoas que se inscrevem, mas infelizmente somente as melhores pontuações é que são chamadas, mas se você também é um concursseiro  certamente você sabe que o primeiro passo é você estudar, depois focar em um concurso, porque somente assim para que você possa ter bons resultados também.
   A Petrobras é a sétima maior empresa de energia do mundo e a maior do Brasil, esses são um dos fatores de total interesse de trabalhar na Petrobras além da segurança, respeito e visão de trabalho da empresa. Como foi citado anteriormente, a única maneira de entrar na Petrobras é através de concurso público e em 2014 ocorrerá mais um certame. Os benefícios concurso Petrobras 2014 são imensos: salário-base, participação nos lucros, previdência complementar, benefícios educacionais para filhos de empregados (da creche ao ensino médio), plano de saúde médico, auxílio-alimentação e vale-transporte. Se você tem interesse não perca tempo e faça sua inscrição no pré-concurso CPOG. 

O concurso Petrobras 2014 será realizado pela organizadora Cesgranrio Concursos e a previsão é de mais de 1500 vagas para candidatos com ensino médio e ensino superior completo. No edital do concurso Petrobras 2014 você pode conferir os requisitos e as informações mais importantes do certame. Já as inscrições do concurso Petrobras 2014 serão realizadas pela internet diretamente no site da Cesgranrio, onde deverá será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 35,00 para os candidatos com ensino médio e R$ 70,00 para os candidatos com ensino superior.A prova do concurso Petrobras 2014 possui um nível de dificuldade muito alto. O assunto apresentado na prova é divulgado no edital para que o candidato se prepare antecipadamente e atinja uma alta pontuação. O gabarito oficial do concurso Petrobras 2014 será divulgado horas depois no site da organizadora do concurso, já o resultado deve ser disponibilizado três meses após realizações das provas.
http://www.concursopetrobras2014.com.br/beneficios-e-remuneracao-concurso-petrobras-2014/

MENSAGEM DO PROF OCTAVIO GOUVEIA aos alunos do CPOG  !

  A história da PETROBRAS é escrita pelos brasileiros que acreditam na força do seu trabalho e do seu estudo. Dos brasileiros que gostam de desafios e os encaram de frente, na certeza de que a vitória é uma questão de esforço, de fé e de tempo ! Sempre existiram e sempre existirão as vozes que falam mal da PETROBRAS e dizem que ela não terá futuro !  Ela já nasceu assim !
Desacreditada e diminuída pelos traídores da Pátria Brasileira e por aqueles que não acreditavam na capacidade de realização dos trabalhadores e estudantes brasileiros. Ela nasceu pobre, pequena, sem petróleo, sem dinheiro, sem técnicos, sem engenheiros, sem perspectivas ! Hoje é a sétima maior empresa de energia do mundo ! 
   Gigantes como a EXXON-MOBIL, CHEVRON-TEXACO, SHELL e TOTAL, todas juntas tem reservas de Petróleo menores do que a PETROBRAS !
  Quem será que esta com o futuro comprometido ?  Não acredite na imprensa brasileira, em sua maioria vendida aos interesses contrários aos da PETROBRAS e do Brasil ! Os sucessos da PETROBRAS sempre são omitidos. Os defeitos e dificuldades são sempre destacados em primeira página. Não se deixe enganar !
  São grandiosos os destinos da PETROBRAS e do Brasil !  Quem viver verá !

www.historiadopetroleobrasileiro.blogspot.com

Quer fazer parte desta história brasileira de sucesso ?  Estude e passe para a PETROBRAS ! 


Aos concurseiros que desejam ingressar na Petrobras, listamos abaixo algumas perguntas e resposta:
Quais os canais de contato com a Petrobras, nos casos de dúvidas sobre processos seletivos públicos?
Disponibilizamos o e-mail concursos@petrobras.com.br e o telefone (21)3224.2011 para tirar dúvidas e fornecer informações a respeito dos processos seletivos públicos. Também há outros canais corporativos, como o da Ouvidoria (ouvidoria@petrobras.com.br) e o do Serviço de informação ao Cidadão.

Posso deixar meu currículo para me candidatar a uma oportunidade de emprego na empresa?
Não, pois o ingresso nos quadros de pessoal da Petrobras está condicionado à existência de vagas e aprovação do candidato em processo seletivo público, conforme art. 37 da Constituição Federal. Baseado nisso, a companhia não mantém arquivo de currículo de candidatos. Os processos seletivos são amplamente divulgados na mídia e os editais são disponibilizados na página da Petrobras e da entidade executora, na internet.
De quanto em quanto tempo a Petrobras abre um novo processo seletivo público?
Não há periodicidade exata para a realização dos processos seletivos públicos. Eles ocorrem de acordo com a demanda de pessoal, identificada em cada uma das áreas de negócios da companhia.
Fui aprovado no processo seletivo, mas ainda não me formei. Eu vou poder ser admitido?
De acordo com a súmula 266 do Superior Tribunal de Justiça (STJ), os candidatos aprovados nos processos seletivos têm até a data da admissão para comprovar todos os requisitos exigidos no edital. Dessa forma, caso um candidato não consiga comprová-los até a data da admissão será eliminado do processo.
Como são criadas as vagas de um processo seletivo?
A Petrobras é uma sociedade de economia mista, integrante da Administração Indireta, que desenvolve suas atividades em caráter de livre competição com outras empresas, em função das condições de mercado. Diferentemente do que ocorre em relação às entidades da Administração Direta, cujo quadro de pessoal é estabelecido em lei, a fixação do quantitativo de vagas nos processos seletivos públicos da Petrobras é feita com base na demanda de pessoal, identificada por cada uma das áreas de negócios, levando-se em conta a estratégia mercadológica da companhia.
LEIA MAIS INFORMAÇÕES NO SITE ESPECIALIZADO ABAIXO:



TEMAS (ASSUNTOS) das AULAS anteriores POR CARGO

exemplo real de aula anterior

OPERADOR / PERFURAÇÃO E POÇOS /
e INSPEÇÃO DE EQUIPAMENTOS (OP / PP / IE )
hidrostática 

TEC em QUÍMICA (TQ)
cinética química e equilíbrio químico

TEC MANUTENÇÃO MECÂNICA JR (TM)
materiais de construção mecânica /  sistemas hidraúlicos e pneumáticos

TEC INSTRUMENTAÇÃO (IT) / TEC MANUT ELETRÔNICA (ET)
fluxograma de engenharia, lista de instrumentos, diagramas de interligação,  de malha e lógicos.
matriz de causa e efeito.
tipos de manutenção (corretiva, preventiva, preditiva)

TEC MANUT ELÉTRICA (EL)
eletromagnetismo aplicado a máquinas e motores elétricos

TEC TELECOMUNICAÇÕES (TL)
redes

TEC ADMINISTRAÇÃO e CONTROLE JR (ADM)
matemática financeira

TEC SEGURANÇA do TRABALHO (TS)
NR 13  e  NR 35